Ultrassonografia Ocular


Esse equipamento tem dois transdutores (modo A e modo B), que são as partes que ficam em contato direto com nosso olho, cada uma para uma finalidade: avaliar a parte posterior (modo B ) e a anterior do olho (modo A).

Por meio da emissão de ondas, que atingem várias estruturas do olho, são captados sinais pelo equipamento. Esses sinais são posteriormente transformados em imagens bidimensionais do globo ocular.

A ultrassonografia ocular tem como sua principal indicação os casos em que há qualquer patologia nos olhos em que impossibilite o exame direto do fundo de olho, retina e/ou vítreo.

Como exemplo, podemos citar uma catarata muito densa (severa) ou uma cicatriz de córnea muito avançada. Quando temos essas patologias, há uma formação de uma barreira visual, dificultando o exame da parte de trás dos olhos pelas vias comuns.

Nesses casos, a ultrassonografia tem um papel muito especial, pois permite examinar a parte de trás dos olhos, mesmo com essas barreiras citadas anteriormente.

Outra situação em que a ultrassonografia se faz muito importante, se dá nos casos de tumores intra-oculares. Nesses casos, permite a aferição das medidas dessas lesões (ântero-posterior, latero-lateral e a altura), acompanhar o crescimento ou regressão desses tumores.

Duração do exame: aproximadamente 20 minutos

Necessidade de acompanhante: Não

Necessidade de dilatação: Não

Orientações: O paciente usuário de lentes de contato deve suspender o uso no dia do exame.

Orçamento de exames oftalmológicos?

Clique abaixo para acesso aos valores
Condições especiais de Avaliação na Zona Oeste do RJAGENDAR CONSULTA